PROJETO MINERAÇÃO SERRITA

Consiste em 4 áreas, totalizando aproximadamente 7.000 hectares, dentro do estado de Pernambuco. Situada a 591km de recife, 118km de Juazeiro do Norte (aeroporto regional), 51km de Salgueiro, cerca de 15km do município de Serrita e 8km da cidade de Cedro, a infraestrutura de acesso ao local é por meio da rodovia que liga Recife aos municípios citados.

SOBRE O PROJETO:

A EMPRESA

A Trilha Gold Capital – TGC é um grupo econômico administrado pela Trilha Investimentos e Participações Societárias LTDA. (CNPJ 37.502.079/0001-69), composto por empresas do segmento de mineração de metais. Com filiais em São Paulo, capital e Belo Horizonte, Minas Gerais, o grupo tem sua sede principal no município de Cedro, Pernambuco, e abrange dez empresas voltadas para projetos de mineração e de consultoria em geologia, geofísica, sondagem e cálculo de reservas.

A Trilha Gold Capital investe em pesquisas e exploração de seu principal ativo no Brasil: o ouro. Foi fundada por Basel Ibrahim Al Jughami, um visionário que veio da Síria para o Brasil em 2014 e sempre acreditou em um modelo de mineração baseado em respeito ao meio ambiente, responsabilidade social e adoção dos mais altos padrões de tecnologia. O grupo dispõe de equipes com forte expertise no segmento e importantes parceiros dos setores privados e governamentais para os seus projetos no país.

O projeto Serrita será executado pela empresa Trilha Gold PE Mineração (CNPJ 39.666.313/0001- 19), pertencente ao grupo TGC. Foi adquirido em estágio avançado da pesquisa mineral, já tendo sido apresentado o Relatório Parcial de Pesquisa para a Agência Nacional de Mineração (ANM).

PRODUTO: OURO

Uma mercadoria bem estabelecida, o ouro continua sendo a commodity mais procurada para investimentos, além de assegurar patrimônios por toda a história da cultura humana. Como ativo, os metais preciosos garantem o mercado financeiro e suas moedas, que são a base do crescimento global em todos os setores econômicos, desde indústrias de tecnologia, saúde, educação, inovação, até pesquisas aeroespaciais. Esses metais também são necessários para a fabricação de equipamentos de comunicação e alta tecnologia, além de joias e diversas outras aplicações.

PREOCUPAÇÃO COM MEIO AMBIENTE

Uma das maiores preocupações da Trilha Gold Capital é pesquisar e explorar sem agredir o meio ambiente. Por meio de uma prospecção sustentável em consonância com os normativos e a legislação ambiental vigente, a TGC garante que todas as atividades sejam realizadas de maneira a causar o menor impacto ambiental possível e, em contrapartida, resultar em desenvolvimento para a região. A missão, além de explorar as áreas de interesse, é promover programas de educação ambiental para as comunidades e conscientizar a população local sobre a importância da preservação.

Os maiores riscos residuais identificados durante o estudo de devida diligência, que exigem mitigação, podem ser categorizados como segurança ambiental e social, que refletem um perfil de risco de um projeto, no qual, a tecnologia, metodologia e execução são bem compreendidas. O grupo TGC segue a prática atual da indústria com um projeto bem pensado e planejado, mas desafiado pela localização remota e outros aspectos não técnicos. A companhia tem planos para mitigar esses riscos de forma proativa, buscando atuar na comunidade com a geração de empregos, treinamentos e investindo em pequenos projetos comunitários, mantendo um relacionamento próximo com a comunidade e com as lideranças locais, sejam civis, políticas ou governamentais.

Para isso, foram desenvolvidos planos de segurança robustos, que garanta a segurança da produção e exportação de ouro, promovendo um ambiente de relacionamento amigável e disciplinado com colaboradores e comunidades vizinhas. O cuidado com o meio ambiente vem por meio da seleção de tecnologias sem produtos químicos. O processo de produção é totalmente mecânico e não depende de produtos como o mercúrio para a extração (amalgamação) do ouro de propriedade livre.

BENEFÍCIOS SOCIOECONÔMICO

Atualmente, o projeto Serrita, que abrange os municípios de Serrita e Cedro, já está beneficiando o sertão central do estado de Pernambuco, promovendo, em média, 50 empregos diretos e mais de 100 indiretos, movimentando a economia local.

INFRAESTRUTURA

Com uma estrutura arrojada e robusta de 2.000m² de área construída, moderna e confortável, a sede da Trilha Gold Capital é composta por um alojamento, escritórios e laboratórios, devidamente equipados. A companhia possui um imenso prazer em estar atenta à cada detalhe das instalações, garantindo o conforto e a segurança dos seus colaboradores e funcionários.

EQUIPE TÉCNICA E ADMINISTRATIVA

A Trilha dispõe de um corpo de profissionais habilitados, composto por técnicos de alto gabarito, especializados em todas as áreas da geologia. E tem o maior prazer de informar que, aproximadamente, 60% da equipe técnica é formada por mulheres.

ALOJAMENTO

Com uma instalação confortável, todos os funcionários e colaboradores da Trilha Gold são devidamente alojados em um espaço amplo e confortável, garantindo o descanso da equipe em um ambiente que dispõe de todas as comodidades necessárias, tendo, inclusive, uma equipe de funcionários à disposição, contratados na própria região, para o controle doméstico interno do alojamento.

LABORATÓRIOS

Mesmo estando em uma região pouco desenvolvida, foi construído um laboratório, composto pelos equipamentos mais modernos do mercado, para garantir os resultados dos estudos desenvolvidos e a precisão dos dados produzidos pela Trilha Gold. Prezando pela segurança de todos os funcionários, é assegurado todos os equipamentos de proteção (EPI’s) e orientações para evitar qualquer tipo de acidente, seja nas instalações ou nos trabalhos de campo.

ESCRITÓRIOS

Com um escritório de alta qualidade, os técnicos podem elaborar seus estudos e relatórios em um ambiente confortável, completo e com disponibilidade de todas as ferramentas necessárias para atingir a excelência no desenvolvimento dos trabalhos.

O PROJETO SERRITA

Consiste em 4 áreas, totalizando aproximadamente 7.000 hectares, dentro do estado de Pernambuco. Situada a 591km de recife, 118km de Juazeiro do Norte (aeroporto regional), 51km de Salgueiro, cerca de 15km do município de Serrita e 8km da cidade de Cedro, a infraestrutura de acesso ao local é por meio da rodovia que liga Recife aos municípios citados.

As áreas se referem aos processos ANM de números: (I) DNPM/ANM n.º 48404.840320/2010-69, substância ouro, com área de 1.999,89 hectares nos municípios de Serrita e Cedro, ambos no estado de Pernambuco e com alvará de pesquisa publicado no DOU de 20/12/2010 e prorrogação publicada no DOU de 17/07/2018; (II) DNPM/ANM n.º 48404.840247/2018-82, substância ouro, com área de 749,35 hectares nos municípios de Serrita e Cedro, ambos no estado de Pernambuco e com alvará de pesquisa publicado no DOU de 10/07/2019; (III) DNPM/ANM n.º 48404.840314/2010-10, substância ouro, com área de 1.997,95 hectares nos municípios de Serrita e Cedro, ambos no estado de Pernambuco e com alvará de pesquisa publicado no DOU de 20/12/2010 e prorrogação publicada no DOU de 17/07/2018; e DNPM/ANM n.º 48404.840319/2010-34, substância ouro, com área de 2.000 hectares no município de Serrita/PE e com alvará de pesquisa publicado no DOU de 20/12/2010 e prorrogação publicada no DOU de 17/07/2018.
A infraestrutura é favorável: próximo a canal de transposição do Rio São Francisco, a Ferrovia Transnordestina e rodovias federais, a centros urbanos maiores (Salgueiro) e locais com infraestrutura (Serrita). Os aspectos socioambientais são positivos, sendo uma oportunidade de gerar emprego e renda, além de oportunidades locais e por não haver impedimentos ambientais relevantes.

MAPEAMENTOS GEOLÓGICOS E AMOSTRAGENS

Os trabalhos de campo estão baseados, principalmente, no mapeamento geológico de detalhe das áreas, feito por geólogos e geólogas que estão equipados com as melhores ferramentas existentes no mercado. Todos os estudos e dados estão em fase de certificação para garantir a veracidade das informações apresentadas. Com isso, há um rígido padrão de qualidade para a coleta de amostras que são retiradas nas áreas de estudos e enviadas para instituições renomadas para análises como a Gorsex, Brastorno e UFBA.

SONDAGENS

Com profissionais extremamente experientes, a Trilha Gold opera com equipamentos de sondagens de alta tecnologia para corroborar os estudos de investigações geológicas do terreno, e assim, traduzir o histórico genético das mineralizações de ouro da região. A campanha em andamento, com 2.000m de sondagens que estão sendo executadas atualmente, possui a previsão de realizar mais duas fases com aproximadamente mais 4.000m de sondagens, totalizando 6.000m exclusivamente para o projeto Serrita. Todos os testemunhos são devidamente descritos, amostrados e armazenados, de acordo com rígidos padrões de qualidade.

OPERAÇÃO DA MINA E POTENCIAL EXPLORATÓRIO

Em uma área de 2000 hectares, a Trilha Gold conta com uma reserva estimada em 1,5 milhão de onças em ouro e um potencial exploratório para mais 3,5 milhões quando o restante das áreas forem incluídas

Com os estudos bastante avançados, o relatório final de pesquisa das 4 áreas já está em processo de elaboração. Em fase de implementação, a planta piloto está sendo preparada para ser instalada nas áreas. Até o fim de 2021, a planta experimental, com investimento de US$3 milhões, será instalada e, logo em seguida, uma planta piloto com capacidade de 100tm/hora, podendo chegar a uma produção de 50 mil onças por ano. No total, serão investidos US$10 milhões.

Durante um período de cinco anos, o objetivo é pesquisar outras áreas da região com o intuito de elevar as reservas para 5 milhões de onças ouro, atingindo uma capacidade de produção de área de 200 mil onças por ano.

VANT

Com as tecnologias mais recentes ofertadas no mercado, a Trilha Gold está iniciando as atividades com Vant (veículo aéreo não tripulado) para alcançar áreas de difícil acesso e colaborar com os trabalhos de mapeamento geológico e de infraestruturas.

Fonte:

RANJANA YADAV
GEÓLOGA DE EXPLORAÇÃO
TRILHA GOLD PE MINERAÇÃO LTDA